sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018 | 12:32:23

  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem

Notícias

2ª Volta da Eleição Intercalar da Cidade de Nampula – CNE realiza Sorteio

A Comissão Nacional de Eleições realizou hoje o sorteio do posicionamento no boletim de voto dos dois candidatos a segunda volta da eleição intercalar para Presidente do Conselho Municipal da Cidade de Nampula. Do sorteio resultou que o candidato Amisse Cololo, da FRELIMO, estará na primeira posição e Paulo Vahanle, do Partido RENAMO na segunda posição do boletim de voto.

Ler Mais

Intercalar de Nampula a 14 de Março

A segunda volta da eleição intercalar para o Presidente do Município da Cidade de Nampula vai realizar-se a 14 de Março, de acordo com a decisão do Conselho de Ministros, sob proposta da Comissão Nacional de Eleições – CNE. Nesta segunda volta concorrem Amisse Cololo, da FRELIMO, e Paulo Vahanle, do Partido RENAMO, candidatos mais votados no primeiro escrutínio da eleição intercalar.

Ler Mais

Inicio do Recenseamento Eleitoral adiado

O Conselho de Ministros aprovou um novo período para a realização do Recenseamento Eleitoral, adiando a data do seu inicio, previsto para o dia 1 de Março. O Decreto do Conselho de Ministros fixa o período de 19 de Março a 17 de Maio para a realização do Recenseamento Eleitoral de 2018, em todos os distritos com autarquias locais.

Ler Mais

Reunião Nacional dos Órgãos de Administração e Gestão Eleitoral

Os Órgãos de Administação e Gestão Eleitoral, nomeadamente a Comissão Nacional de Eleições e os seus Órgãos de Apoio e o STAE, realizaram na Cidade da Matola, Província de Maputo, a Segunda Reunião Nacional dos Órgãos de Adminstração e Gestão Eleitoral nos dias 16 e 17 de Fevereiro do ano corrente, com o objectivo de avaliar o grau de execução das actividades preparatórias para o Recenseamento Eleitoral e para as Quintas Eleições Autárquicas, de 10 de Outubro próximo. No acto da abertura, o Presidente da Comissão Nacional de Eleições, Abdul Carimo Nordine Sau, frisou que esta reunião destaca-se pela necessidade de se olhar em prol dos desafios dos Órgãos de Administração e Gestão Eleitoral para a organização harmoniosa, eficiente e eficaz dos processos eleitorais em Moçambique, o que se tem revelado de capital importância para o fortalecimento das eleições cada vez mais livres, justas, transparentes e credíveis.

Ler Mais

  Credenciação

Educação Cívica

  • Imagem
  • Imagem

Perguntas rápidas

É uma forma de governo das populações locais que actua com autonomia em relação ao poder do Estado e com órgãos eleitos de entre as pessoas da sua comunidade. Este governo municipal desenvolve as suas actividades no interesse da população residente mas sem prejudicar os interesses do Estado e a Unidade Nacional. Este processo de descentralização de poderes em Moçambique é gradual e até ao presente processo eleitoral foram transformadas em autarquias locais 23 cidades e 30 vilas, totalizando 53 autarquias locais.

Terminado o apuramento das duas eleições (PCM e AM), o Presidente da mesa manda publicar os resultados das eleições da sua assembleia, afixando, para tal, os exemplares dos dois editais de apuramento parcial devidamente assinados e carimbados por todos os membros da mesa. As cópias dos editais originais e das actas originais de cada eleição são distribuídas aos delegados de candidatura presentes, aos partidos políticos, coligações de partidos políticos ou grupos de cidadãos eleitores

Videos